quinta-feira, 17 de abril de 2014

PÁSCOA É VIDA! #DoeMedula



Essa foi a nossa Páscoa! Obrigado a todos que contribuíram para que tudo fosse lindo! Desejamos uma Páscoa tão linda para todos os nossos voluntários, apoiadores e todos que querem e fazem o bem!

Lembremos do verdadeiro sentido da Páscoa e do exemplo de Jesus que derramou seu sangue para salvar nossas vidas. Nossos guerreiros precisam apenas de 10% do seu sangue (máximo que podemos doar) PARA SE SALVAREM!!! Nessa Páscoa se inspire em Cristo e vá ao Hemonorte ou Hemocentro mais próximo. Doe o que você tem de sobra, aquilo que se multiplica dentro de você! Seu sangue, plaquetas e medula óssea!!

PÁSCOA É VIDA!!!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Participe da Campanha Fios do Bem

O projeto FIOS DO BEM apoia pacientes submetidas a quimioterapias agressivas, confeccionando lindas perucas que ajudam a enfrentar o câncer com mais beleza e autoestima. Qualquer tipo de cabelo com qualquer tipo de química pode participar, basta ter a partir de 10cm para doar. 



Caso não encontre um salão participante da campanha, faça o corte com seu cabeleireiro preferido, e envie pelo correio para: Rua Professor Olavo Montenegro 3025 - Capim Macio - Natal/RN - CEP: 59078-330

Saiba mais e acompanhe este trabalho precioso: 

Cada mecha faz muita diferença! 
Jogue as tranças da solidariedade!

domingo, 13 de abril de 2014

GUERREIROS DA HATMO: Amanda comemora retorno do doador de medula



A mãe de Amanda, Hildeny Brandão, disse que a família já está providenciando todos os exames necessários para a filha estar apta a receber a doação. “Estamos batalhando para fazer todos os exames o mais rápido possível. A fila é grande e é difícil conseguir um doador, então temos que agradecer muito a Deus por essa pessoa ter mudado de ideia e decidido doar a medula para a minha filha”, disse.

Leia a matéria do G1 na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2014/04/muito-feliz-diz-menina-apos-doador-de-medula-voltar-atras-no-rn.html

Assista o vídeo do RNTV na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/rntv-1edicao/videos/t/edicoes/v/doador-volta-atras-e-decide-doar-medula-ossea-a-crianca-com-leucemia-no-rn/3268235/

E NÃO DEIXE DE IR AO HEMOCENTRO mais próximo de sua casa se cadastrar como doador de medula óssea! Explique para os seus amigos e familiares!

Em Natal o Hemonorte fica na Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, 1800 - Tirol, telefones (84) 3232-6702 e 3232-6767, e funciona de segunda à sábado das 7h às 18h.

Para ser um voluntário da Hatmo entre em contato pelos telefones (84) 9990-0811 ou 3217-6491.

sábado, 12 de abril de 2014

GUERREIROS DA HATMO: Marquinhos deixa uma lição aos doadores



A presidente da Hatmo, Rosali Cortez, explica que no Brasil não há esclarecimento e apoio suficiente aos possíveis doadores. Segundo ela, em outros países, os doadores recebem uma ajuda de custo para a realização de exames. “Quando a pessoa é compatível com alguém ela precisa fazer vários exames para saber se o estado de saúde permite que ela doe. Esses exames, no Brasil, são feitos pelo Sus ou por conta do doador. Não há uma ajuda e há custos. Se for uma pessoa humilde, que não tem carro, por exemplo, tem o custo da locomoção, de um lanche, e tudo corre por conta do doador”, disse Rosali.

Mônica Andrea acredita que também falta apoio psicológico ao doador. “Se uma pessoa tem morte cerebral, por exemplo, rapidamente assistentes sociais e psicólogos começam a atuar junto aos familiares para que os órgãos sejam doados. Por que isso não é feito também com um possível doador? Por que quando uma pessoa é comunicada de que é compatível com alguém que precisa de medula óssea não é feito um trabalho de conscientização? A medula óssea também é vital. Por que não dão a mesma importância?”.

Leia a matéria do G1 na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2014/04/cancer-nao-espera-diz-mae-de-garoto-que-morreu-aguardando-medula.html

Assista o vídeo do RNTV na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/rntv-1edicao/videos/t/edicoes/v/apos-desistencia-de-doador-crianca-que-esperava-medula-morre-no-rn/3260699/

E NÃO DEIXE DE IR AO HEMOCENTRO mais próximo de sua casa se cadastrar como doador de medula óssea! Explique para os seus amigos e familiares!

Em Natal o Hemonorte fica na Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, 1800 - Tirol, telefones (84) 3232-6702 e 3232-6767, e funciona de segunda à sábado das 7h às 18h.

Para ser um voluntário da Hatmo entre em contato pelos telefones (84) 9990-0811 ou 3217-6491.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Transformar a dor em luta: "O Câncer não espera"



“Quando eu recebi a notícia da desistência do doador eu vi que estava perdendo um pouquinho do meu filho. Primeiro veio a revolta, depois o desejo de tentar entender, e em seguida o desespero. E agora? O que fazer? É o chão que se abre, a gente fica sem rumo”, disse Mônica Andrea Xavier, mãe do pequeno Marcos Luiz de Sousa Filho, que agora quer trabalhar para conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de medula óssea e lutar para que o poder público atue com mais agilidade nesse processo. “O câncer não espera. Temos dias contados. A morosidade e a burocracia no processo da doação pode ser definitiva para a vida de alguém”, disse. Para encampar essa luta ela conta com o apoio da Associação de Humanização e Apoio ao Transplantado de Medula Óssea no RN (Hatmo).

Leia a matéria do G1 na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2014/04/cancer-nao-espera-diz-mae-de-garoto-que-morreu-aguardando-medula.html

Assista o vídeo do RNTV na íntegra em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/rntv-1edicao/videos/t/edicoes/v/apos-desistencia-de-doador-crianca-que-esperava-medula-morre-no-rn/3260699/

E NÃO DEIXE DE IR AO HEMOCENTRO mais próximo de sua casa se cadastrar como doador de medula óssea! Explique para os seus amigos e familiares!

Em Natal o Hemonorte fica na Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, 1800 - Tirol, telefones (84) 3232-6702 e 3232-6767, e funciona de segunda à sábado das 7h às 18h.

Para ser um voluntário da Hatmo entre em contato pelos telefones (84) 9990-0811 ou 3217-6491